Anexo:Criaturas Em Harry Potter

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

As criaturas mágicas compreendem um porte colorido e integral do mundo mágico fictício da série Harry Potter de J. K. Rowling. No decorrer dos 7 livros da série, Harry e seus amigos se acham com diversas destas criaturas em tuas aventuras, tal como pela categoria de Cuidados de Criaturas Mágicas em Hogwarts. Rowling também escreveu Animais fantásticos e onde encontrá-los, um guia pros animais belos encontrados pela série. Vários destes derivam do folclore, principalmente da mitologia grega, contudo bem como do folclore britânico e o escandinavo. Várias criaturas mitológicas que os rodeiam também são incorporados aos livros. Vários animais de estimação em série são animais comuns, com propriedades mágicas.

As corujas, por exemplo, levam o e-mail. A magizoología (um acrônimo de magia e zoologia) é o estudo das criaturas mágicas da série Harry Potter. Uma pessoa que estuda a magizoología é conhecida como magizoólogo. Há magizoólogos que trabalham no Ministério da Magia, particularmente no Departamento de Regulamentação e Controle de Criaturas Mágicas. Um magizoólogo célebre é Newt Scamander, que no mundo da série é o autor de Animais incríveis e onde encontrá-los, um livro de texto a respeito de as criaturas mágicas que é popular em todo o mundo mágico. O Departamento de Regulamentação e Controle de Criaturas Mágicas do Ministério da Magia é responsável pelo supervisionar e regular as criaturas mágicas.

Está dividido em três grupos: a Divisão de Animais, a Divisão de Seres, e a Divisão de Espíritos. De acordo com esta definição, as fadas, os duendes, os gnomos e a maioria das algumas criaturas classificam-se como animais. Diz-Se que os centauros e as pessoas da água rejeitaram o status de seres, preferindo o de animais, como fizeram os duendes. Um número de criaturas, como os elfos-domésticos, gigantes, banshees, duendes e lá, nunca foram chamadas de seres ou animais, desta forma que teu status divertido não é claro (veja mais abaixo). Os fantasmas e poltergeists são classificados como espíritos.

  1. Três (60%) dois voto[s]
  2. Contém vitamina C e antioxidantes pra conservar um sistema imunológico mais potente
  3. As fêmeas podem reproduzir-se a partir das 6 semanas de idade
  4. 4 Na cultura
  5. Penso para Articulações Gatos
  6. Cisne: Swan

abaixo está a listagem completa de criaturas mágicas faladas no mundo de Harry Potter, próximo a cada uma das quais é a classificação que o Ministério da Magia deu com base em quão perigosas são. Aquelas criaturas que a Autora tomou de mitos e folclore têm links para seus artigos principais da mitologia. É gigante e extremamente robusto.

Madame Maxime, Diretora de modelo europeu antigo, os cria, e os utiliza para puxar sua carroça e fazê-lo voar. Em Harry Potter e o enigma do príncipe, depois da morte de Alvo Dumbledore, os abraxan voltam pra Hogwarts, atirando da carroça de azul claro, em que Madame Maxime viaja para assistir ao funeral de Dumbledore. A acromántula —derivado do grego ακρος (acro, em português, alto, enorme) e -mántula, do português “tarantula”— é uma monstruosa aranha de 8 olhos qualificado de apresentar como as pessoas.

É originária de Bornéu, onde habita a selva impenetrável. Acredita-Se que estes animais foram elaborados por bruxos, por ventura com a finalidade de que custodiaran casas ou tesouros, como acontece frequentemente com os monstros fabricados magicamente. Apesar de ter uma inteligência quase comparável com as pessoas, é inaceitável adiestrarlas, uma vez que são muito perigosas tanto pros magos, como pros não-bruxos. Em Harry Potter e a câmara secreta, as acromántulas que vivem pela floresta proibida trataram de consumir, Harry e Rony no momento em que eles foram perguntar a Aragog, o líder essas acromántulas, a respeito do passado de Harry potter. As acromántulas participaram na Batalha de Hogwarts, do lado de Lord Voldemort.

A acromántula é utilizada para simbolizar o número oito no alfabeto rúnico, devido aos seus 8 olhos. O aethonan —derivado de Aethon (em português, Aetón, resplandecente), um cavalo voador que puxava o carro de Hélio, o deus do Sol a partir do céu na mitologia greco-romana— é uma raça de cavalo alado.

É zaino e popular pela Grã-Bretanha e Irlanda. A ashwinder vive só uma hora. Durante esse período, busca um território escuro e fechado onde botar seus ovos, e depois se desintegra em forma de pó. Os ovos da ashwinder são de cor vermelho brilhante e irradiam calor acentuado.

Rolar para cima