Cães, Gatos, Coelhos E Furões…A Vacinar!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O veterinário é o profissional que se encarrega não só de curar nossos animais de estimação quando adoecem; entretanto bem como é o que responde as dúvidas dos donos, e também assinalar as medidas preventivas mais adequadas. Uma destas medidas é a vacinação. Consiste pela inoculação de uma substância (álcool) atenuado, fração de um vírus,etc), o corpo humano reage a ela e cria defesas (anticorpos).

O primeiro que há que ter em conta é que a vacina só será capaz se o animal está saudável, devidamente desparasitado e se coloca no instante adequado, quer dizer, quando o sistema imune é maduro. O tipo de vacinas e a freqüência pode variar de acordo com hábitos e área geográfica em que viva.

É vital levar o nosso cão pra que ele não contraia nenhuma destas doenças, algumas delas fatais. A vacinação é uma ação preventiva que pode lhe salvar a vida, desta maneira é aconselhável a não economizar nos custos. O plano de vacinação deve ser projetado por um veterinário, todavia em geral, no caso dos cães, os filhotes costumam ganhar tua primeira vacina por intermédio do mês e meio a 2 meses de idade. Devem ser imunizados contra as seguintes doenças: parvovirose, esgana, hepatite canina e leptospirose.

Depois, a partir dos cinco meses, há que vacunarlos contra a raiva. Por último, a cada ano, o cão necessita dirigir-se ao veterinário e uma vez que verifique teu estado de saúde, lhe dê as revacinações. As vacinas como os humanos podem produzir reação. Para Javier Álvarez da Vila, “estes são mínimos em intensidade e freqüência: são leves e pouco freqüentes.

  1. 1 1.1 Etiologia Idade
  2. Avenida Oriental ou Simón Bolívar
  3. 2 Literatura secundária
  4. Adicionar cordas ou de varetas para simplificar o arraste das peças
  5. Piquigrueso imolado, Pheucticus ludovicianus

Nós aconselhamos as primeiras horas do dia pra vacinar nossos animais de estimação e sendo assim, dispor de todo o dia, pra sanar a qual mínima eventualidade”. Em 6 semanas, Primovacunacion. Em oito semanas, Tretavalente. Em dezesseis semanas, Raiva. Com os gatos, o plano de vacinação bem como deve ser projetado em atividade de seu estilo de vida. Por exemplo, os gatos que têm acesso ao exterior ou circunstância de contato com outros gatos precisam de uma proteção. Não existem vacinas obrigatórias.

todavia, é aconselhável a vacunacion pra mantê-los livre de doenças, diversas de feitio mortal, como a leucemia, panleucopenia ou peritonite. Geralmente, costumam-se vacinar por intermédio do mês e meio ou 2 meses contra o calicivirus, panleucopenia e rinotraqueítis (trivalente). Alguns assim como necessitam ser vacinados contra o vírus da leucemia felina e raiva.

Como no caso de seus “colegas” dos cães, a revacinação necessita ser anual. Às oito semanas, vacunaremos de Tetravalente felina (Leucemia, herpes-vírus,Calicivirus e Panleucopenia). Às doze semanas revacunaremos Tetravalente felino. Anualmente, Tetravalente. Só se vacunará de Raiva, no momento em que de sua transferência para outros países o exija. Outros animais de estimação que necessitam ser vacinado anualmente são os furões.

Rolar para cima