Como dar início Seu Próprio Negócio… A Filipina — BIBLIOTECA on-LINE da torre de vigia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

o idêntico de ” o que é você PREFERE trabalhar horas regulares ante um superintendente razoável em um escritório urbana bem instituída? Muitas pessoas preferem fazê-lo. A pessoa empregada, assim, porventura desfrute de maior segurança do que outra que tome por primeira vez um negócio seu. Entretanto, nas Filipinas, há aqueles que preferem arriscar.

Querem desfrutar de horas de trabalho ajustadas às tuas próprias necessidades. Em tal caso, é claro, não haverá promoções, não haverá aumentos de salários, de vez em no momento em que e não haverá a alternativa de ganhar um relógio de ouro ao se aposentar. Mas isto não preocupa muito a esses indivíduos. Recebem satisfação de receber a existência usando a sua própria aptidão e o significado saudável do que têm pros negócios. Para eles, nada poderá se comparar com a chance de trabalhar o dia todo com tua esposa e filhos e, ao anoitecer, revelar juntos tuas bênçãos.

  1. 6 Enron Online
  2. “Le banquet” – 1:31
  3. 2 História 2.1 Pré-história
  4. Capítulo 2×073 (297) – “Jogo De Vilões”
  5. Pousada da Juventude
  6. dois O prandium
  7. Busca que aflição de cabeça, você podes resolvê-lo a muitas pessoas

Muitas vezes os autores começam um negócio na sua própria moradia. Considere várias das alternativas. Que tipo de negócio? Você tem um hobby, quer dizer, “uma atividade em que participa por puro alegria, à margem das obrigações,” que pudesse converter-se em trabalho de tempo integral? Talvez faça brinquedos para seus filhos. Se é então, Na cidade filipina de Cebu, a elaboração de guitarras como brinquedos não é só um hobby, entretanto um negócio lucrativo. Trabalhando em moradia, os artífices produzem guitarras, ukuleles e bandurias de brinquedo, e até mesmo guitarras que são muito profissionais que são comercializados em aeroportos e lojas de música.

algumas vezes, ao terminar o dia de serviço, as colinas ganham existência ao ressoar com a música de milhares de instrumentos de corda à quantidade que uma família depois põem-se a tocar. Os trabalhadores residentes de Bicol fazem uso a fibra do abacá para gerar bolsas, chinelos e diversas associações femininas.

nas províncias de Bulacán e Quezon mãos hábeis tecem os chapéus buntal das fibras do pesiolo que começam a palma burí. Olhe, experimente esse. É boa, e o Bom, aqui está o outro. Se você faz parecer 10 anos mais jovem! Sob as serenas águas azuis de Zamboanga se encontram os “chifres” ahusados de coral negro. Este coral, os artífices da Cidade de Quezon e Manila denominam alfinetes de gravata, botões de punho, anéis, brincos, pulseiras e colares.

Na arenoso leito do mar, perto de Surigao, Sámar, Leyte, e Panay, é possível encontrar uma coleção de conchas que é um verdadeiro tesouro: as do cauri tigre, o caracol, lupo e kapis. Mãos ágeis tornam essas em cortinas, população etc, vidros de janela e lustres que os habitantes de Paris, Londres ou Nova York se sentiriam satisfeitos de evidenciar em suas casas. Talvez não lhe pareça muito provável que uma pessoa alternativa o serviço de fazer sapatos.

Mas nesse lugar em 1884, o jovem Kapitan Moy comprou um par de sapatos ingleses, obra potente. Quando voltou pra casa, ele se interessou mais em sapatos. De forma que os desfez e, posteriormente, voltou para inserir as partes. Dentro de insuficiente tempo, estabeleceu uma oficina de sapataria e começou a criar este artigo com seus vizinhos, seus conhecimentos recém-adquiridos.

Quase um século mais tarde, o público de governo prometeu continuar continua em plena velocidade no negócio de criar sapatos. Em vários, sim, diversos lares nesse povo, os avós, os avós, os pais, as mães e os filhos que voltaram da universidade estão ocupadísimos fazendo sapatos que alguns de nós eventualmente levaremos postos manhã. O acrescento do comércio de sapataria de governo prometeu continuar sentido mais negócio para outros povos. Como por exemplo, Meycauayán em Bulacán disponibiliza ao governo prometeu prosseguir muito do couro para sapatos. Por sua vez, Marinduque, Masbate, Mindoro, Palawán, Romblon e novas ilhas mantêm Meycauayán fornecida com os pelegos do gado e carabaos.

Também fornecem couro de crocodilo, cabra, porco e víboras para sapatos, bolsas e cintos. Muitos filipinos abrem tiendecillas ou seguram postos ou balcões nos mercados públicos. Geralmente os participantes da família servem, por sua vez, estes postos nos mercados de Kamuning, Cubao, Tondo e outros lugares. Diz-Se que o mercado de Divisão de Manila é o superior nesse tipo no brasil. Este não é um vasto mercado do qual um cidadão ou empresa, seja o dono ou quem o dirija, entretanto que consiste em milhares de tiendecillas de família ante um único teto.

Aqui a arte de pechinchar atingiu a perfeição. Uma vez que o governo filipino reconhece a potencialidade das “indústrias caseiras” dá alguma ajuda os filipinos empreendedores. Há seminários gratuitos para incalculáveis ofícios. Até se fornece um curso sobre o cultivo de cogumelos. O governo bem como ajuda as pessoas a aperfeiçoar a qualidade de seus produtos. A título de exemplo, em Albay, vários passaram de fazer panelas de barro ao estudo da cerâmica.

Rolar para cima