Confio Em Que Toda A Nossa Sociedade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A nação industrial, hoje com sintomas de exaustão, montou uma cultura em que todos nós nos lembramos a todos os perigos de se erguer, e romper a ordem, segundo Seth Godin. Todavia, tão danoso é voar muito grande (aspirações de deuses e riscos) como voar muito pequeno (conformismo e alienação).

A nova economia da conexão tem de pessoas apaixonadas que voe grande, que possa ser compreendida e não julgada, e que não pare nas falsas zonas de conforto do passado. A paixão, o talento e a criatividade não são incompatíveis em nossa população com as matérias instrumentais. Em vista disso, potenciar nos adolescentes a iniciativa empreendedora, a competência digital, o adoro pelas artes e o vontade de assimilar fortaleceria o aprendizado diferencial, essencial pela nação da conexão.

  • Onze Comprar o domínio, hospedagem e instalar o WordPress com Webempresa
  • Médio pressiona a seus leitores para que se baixar seu app
  • um Violação do correto à privacidade
  • Que a conexão seja tão complexa e numerosa do que os fatos são fácil coincidências e
  • Definição das técnicas de recrutamento a usar
  • Menção em RRSS com recomendações

As artes e o empreendedorismo têm em comum a aplicabilidade da criatividade na fabricação de experiências. Vivências que os alunos “aprendem fazendo” e “aprender a assimilar” e com as quais a comunidade corregiría a perda de talento que viemos sofrendo. 2. Procuramos uma idéia que fale a uma necessidade.

Estimulando a criatividade ou buscando tendências. Seguindo a Pau Garcia Milá, como por exemplo: propomos pros alunos, que trabalham em equipe, um dilema que devem doar uma resposta criativa ” Como solucionarías as complicadas filas nas lojas de roupa? 3. Empatia do empreendedor e da idéia, analisamos como responder à necessidade ensinando os alunos a se botar no lugar do comprador, a imaginar pela solução assimilar a observar as necessidades a começar por diferentes pontos de vista. 4. Selecionamos e concretamos a ideia em um plano sequenciado.

Colocamos em comum as soluções e as cribamos em equipe. 5. Prototipamos. Nós projetamos e desenvolvemos modelos claro que visivelmente respondam à inevitabilidade. 6. Testamos e modificar o protótipo melhor avaliado. Com esta metodologia é detectado um efeito Pigmalião ao finalizar o curso. Ou seja, é nesse analisar que as expectativas iniciais dos alunos são satisfeitas ao canalizado adequadamente seus interesses graças à sua auto-realização, paixão e talento.

Precisamos que esse ensino se generalice aos alunos de toda a Espanha e não se limita quer apenas da vontade autônoma. Confio em que toda a nossa comunidade, a população da conexão, avalie e entenda o fundamentado sentido e implicações do empreendimento em nossa comunidade em termos de educação, a inovação, o emprego e a fortuna pessoal e nacional.

Rolar para cima