De Lá Surgiu Um Movimento Anti-canudos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Há três anos, a bióloga Christine Figgener subiu para o Youtube de um filme que hoje ultrapassa os 33 milhões de visualizações. Nele se vê como ela e outros cientistas tentam acudir uma tartaruga nas águas próximas à Costa Rica. Com uma pinça, para tentar a retirada do nariz, o que parece ser um percebe. Depois de muitos minutos agónicos de batalha, em que a tartaruga sofre e sangra, podem tirar o corpo.

Com surpresa, esclarecem que é uma velha canudo de plástico de 10 cm de comprimento. O evidente desgosto do animal fez com que as imagens estenderam-se como pólvora. De lá surgiu um movimento anti-canudos, que tem levado a grandes companhias como a Disney ou a Starbucks para começar a retirá-las de seus produtos, e cidades como Seattle, Washington e San Francisco a limitá-las ou eliminá-las. Tudo isso tem influenciado no aparecimento de uma certa sensibilidade pra o defeito da poluição de plástico nos oceanos. “Tenho ido a colégios, palestras e projeções pra tratar a respeito um assunto que não faz cota de minha procura”, foi escrito Figgener.

Algumas, como Facebook, Instagram ou Pinterest, são ideais pelo motivo de eles neste momento têm pensado desse desenvolvimento do serviço social. Veremos por este mesmo postagem, mais pra miúdo. É conveniente que não deixe todo o peso sobre a rede social em si mesma. Verdadeiramente, lembra que dissemos que o social commerce consiste em um estágio de serviço social. Portanto, é fundamental que teu web site favorezcas esse percurso do usuário. Na guia de produtos, deixa abertos os comentários. Estabelece um sistema de classificação de cada objeto (social rating, as estrelas, como por exemplo).

Permite que você possa criar este artigo o seu objeto nas redes sociais. Deixa bem compreensíveis os botões sociais pra falar sobre este tema nas redes. Potência que se façam análises no Google ou em novas plataformas. Tenha a todo o momento presente que os compradores de hoje são bem mais experientes para as compras online e conhecem melhor os serviços e produtos que desejam.

Antes de escolher o seu, terão curso e, no momento em que comparada a algumas iguais. Nem sempre se compram por ser quem você é. Por vezes, lhes basta que o serviço que se lhes preste seja o que devem. Se você tem um e-commerce já entendo que esta parte se parece complicada. Mas não imagine em personalizar somente no preço.

  • Real, Barreiro, Dedovic,… as estrelas que vêm
  • Crescimento do negócio
  • Ferramentas para processar pagamentos online
  • crie um perfil atraente pra ganhar seguidores de peculiaridade no Twitter
  • Dentsu Macromill Inc
  • Sabrina Mahí
  • Maailma (conversa) 13:33 em vinte e cinco mar 2012 (UTC)
  • Blog (como substantivo): É um jornal que está pela internet

Em suma, busca fidelizar o seu comprador, oferecendo-lhe uma venda personalizada. Agora que imediatamente levamos descrevendo do social commerce um bom tempo, você Pode fazê-lo nos comentários do encerramento, claro. Gera superior segurança entre a tua comunidade e seus potenciais compradores, por causa de as recomendações que os outros realizam de ti o propiciam.

Devido ao que acabamos de dizer, a tua reputação aumenta. E isso retroalimenta a certeza e a potência das vendas. Melhora o engagement em seus perfis em redes sociais, o que te faz ser mais reconhecível nas redes. Embora não faça social commerce de venda direta, empurra as vendas dos produtos ou serviços do seu site. Se diferencia da concorrência, pelo motivo de a maioria das marcas ainda não tem uma estratégia instituída por esse assunto. O que você pode fazer nas redes sociais pra pôr um modelo de social commerce?

Embora nem sequer todas as redes sociais estão tão bem preparados pra trabalhar o social commerce, sim, você poderá fazer uma estratégia push de vendas pra seu site. Vejamos os pontos fortes de cada uma. É a mídia social com mais usuários no mundo todo. Mais do que a população da China! Sua penetração em Portugal, mais de 40% da população ativa, com mais de 20 milhões de usuários.

Estes fatos fazem-nos tê-la em conta em nossa estratégia de social commerce. É pioneira em englobar as vendas diretas nas redes sociais, graças à suposição de desenvolver a sua “loja”. Mas continuou incorporando novidades, ainda que teu enfoque é distinto. A enorme força do Facebook é sua alta segmentação. Já sabemos por outras utilidades, como seus anúncios. Mas essa vantagem se estende até as tuas opções de serviço social.

Rolar para cima