É Possível Emagrecer Comendo Exclusivamente Produtos Do McDonald’s?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Se observado uma dieta baseada exclusivamente em produtos da cadeia de restaurantes McDonald’s, todos pensamos já em termos como “colesterol” e “obesidade”. Essa era a idéia que também tinha John Cisna, professor de ciência em Iowa. E sua curiosidade o levou a meditar o documentário do ano de 2004 “Supersize Me”.

nesse documentário, escrito, produzido, dirigido e protagonizado por Morgan Spurlock, um cineasta independente dos estados unidos, demonstrando tua melhoria pro largto de 30 dias, em fevereiro de 2003, em que vivia só com produtos do McDonald’s. O espectador podia, assim sendo, analisar os efeitos em tal grau na saúde física como psíquica das pessoas.

No decorrer da gravação, Spurlock comia nos restaurantes McDonald’s três vezes ao dia. Antes do experimento, Spurlock, comia uma dieta variada, e media 188 cm de altura com um peso de 84,1 kg Depois de trinta dias, adquiriu um ganho de 11,1 kg, com um aumento de 13% de sua massa. Também experimentou modificações de humor, disfunção sexual, e prejuízo ao fígado. Precisou quatorze meses pra perder o peso que havia ganhado durante trinta dias. O consequência poderá parecer deslumbrante.

  • Sementes de chia
  • 21-. Ingere fibras todos os dias
  • Clínica Extremenha de Saúde
  • Almoço: Salada verde + Cubos de frango grelhado marinada com soja e gergelim
  • Maior a 30 fototerapia intensiva mais exanguinotransfusión

Menos calorias e mais exercício Boas dietas há várias. Más, também. A mais querida é consensual dos especialistas: a usual hipocalórica balanceada. Isto é, comer de tudo, entretanto menos. Com ela você come entre 1.000 e 1.500 calorias a mulheres e até 2.000 homens. Perderemos entre meio quilo e um quilo por semana. ¡Entre 12 e 24 quilos em 6 meses!

Em meio ano, adeus ao excedente de peso e as dificuldades. E meio ano passa voando. Ademais, nós teremos acostumado a comer bem e de tudo, a cortar as nossas rações e para não ter que privar-nos de um capricho de vez em quando. Esta dieta não precisa faltar nada: nem hidratos de carbono ou proteínas, nem ao menos gorduras, nem sequer fibra, ou ácidos graxos relevantes. “A dieta maravilhoso é aquela em que se come de tudo e pouco, em que não se utiliza de modo abusiva ou de gorduras ou de álcool, ou de açúcares.

Não sou partidária das negativas tajantes sobre o assunto alimentos proibidos, pelo motivo de as estratégias que se conseguem seguir são tão variadas quanto os pacientes. O maravilhoso é uma dieta variada, o mais equilibrada possível, em poucas quantidades, que a pessoa não exceda suas necessidades e faça, bem como, um gasto de energia”, insiste Pérez-Portabella.

E é que o exercício é fundamental para que a dieta funcione. Se gastamos energia metabolizamos minuciosamente o que comemos e isto significa que você queima mais e melhor. Uma hora de exercício por dia, no mínimo, é muito capaz, dado que por meio da meia hora de interesse físico é quando começamos a queimar a energia que nos sobra. Entretanto, se você fazer dieta custa-nos um interesse, o exercício não acabou de achar o teu web site em nosso dia a dia. O Eurobarómetro de 2010 sublinhava que 42% dos espanhóis não pratica esporte nunca e que 39% o faz somente uma vez por semana.

Aducimos que nos inexistência tempo. Segundo a Associação Espanhola de Pediatria, entre os adolescentes é pior: menos de 10% deles faz esporte regularmente. Os adolescentes espanhóis entre 13 e 18 anos são os mais sedentários da Europa. À espera de um milagre Batidos, biscoitos, barras de cereais, proteínas quase na veia… de tudo na vinha das dietas. E não é que tudo seja danoso. Verdadeiramente, em diversos hospitais utilizam-se os substitutos de refeições ou dietas hiperproteicas para começar os tratamentos, pois emagrecer é complicado e ajudam a apanhar impulso.

mas, e apesar podem ser um prazeroso ponto de partida, “não devem ser usados sem que ninguém te controla. Nós mesmos usamos estes batidos e substitutos em momentos determinados, com o senso comum e fazendo um acompanhamento do paciente. Mesmo a dieta hiperproteica se poderá fazer, mas nunca, nunca, só, sem um profissional que se controlar”, confirma Pérez-Portabella.

Além do mais, são dietas que não conseguem prosseguir por muito tempo. “O perigo das dietas milagre se intensifica com o tempo no decorrer do qual se fazem, e assim como se intensifica em pessoas que têm alguma outra doença prévia. Uma dieta vegetariana bem feita, afastada de todas as modas e a ser possível que combine vegetais e peixe, é perfeita pra combater o excedente de peso e várias doenças.

Rolar para cima