Empreender No Modo ‘start-up’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

No Brasil não existem muitos adolescentes empreendedores. Apesar do pessimismo, ainda existem jovens que se resolvem procurar emprego por tua conta. A filosofia das organizações ‘start-up’ a toda a hora calado, e ainda mais convencidos de que uma ideia pode encaminhar-se em frente com dois funcionários e insuficiente dinheiro. Lucas Rodrigues Cervera pela oficina de organizações ‘start-up’ do Dia do Empreendedor, ordenado na Escola da Organização Industrial (EOI). O empresário defende que o negócio perfeito é aquele que sai para o mercado com o mínimo e ouvir os consumidores, adaptando-se às suas propostas e necessidades. Mesmo que você esteja sem terminar. A corporação pode aperfeiçoar e ser completada, e no momento em que isto ocorrer, prontamente terá clientes.

Outra das chaves desse tipo de organizações é que cada idéia podes ser resumida em pouco mais de três minutos, nada de planos de negócio de mais de duzentos páginas. O conceito é fazer um esquema visual e simples que cada pessoa possa compreender. Um novo jeito de formar uma organização que leva a revolucionar o mercado nos últimos anos e que em Portugal precisa de seduzir os mais adolescentes. Ademais, o modelo ‘start-up’ conta com uma vantagem em tempos de instabilidade: se o negócio não tem êxito, o empreendedor se dará conta antes e a perda econômica será menor.

Ainda de acordo com Lucas Rodriguez, há que assumir que, desde o começo, o mais normal é que a organização não está a funcionar, e “ter a mente aberta pras transformações”. Agostinho Valentim-Gamazo, que eu tinha certeza de que queria construir uma organização, apesar de ter um posto de trabalho assegurado. Em maio, decidiu deixar tudo e pôs em marcha EmpléateVerde, um portal de emprego especializado em Meio ambiente. Antes de teu lançamento, o website agora tem cerca de 700 seguidores no Twitter, que esperam um emprego no meio ambiente. Autodidata, Valentim-Gamazo aprendeu tudo o que é necessário pra botar em funcionamento uma página internet, até mesmo agendar.

  • 4⃣ Investir pela SEMANA
  • Estabelece metas
  • Homer: eu Me importo com um pepino!! WUAAAA!!! GRRR!! AAAHHH!!! WIIUUU!! AAHH
  • Analisa o mercado
  • um Política interna
  • 17:00.- FUTEBOL, COPA DA EUROPA, CIDADE REAL-FLENSBURG,Teledeporte
  • Mensagens: 8.611

Está convencido do sucesso que terá teu projeto, pelo motivo de existe em outros países e funciona muito bem. O que mais se queixam dos empresários, além da prontamente conhecida financiamento, é a solidão. Vêem-Se sozinhos com um projeto e os obstáculos são vários. É o caso dos criadores de Mimicaweb, quatro amigos de Toledo, que se uniram pra lançar uma empresa de web design, gráfico, posicionamento em buscadores. O que diferencia o projeto desses adolescentes é o seu compromisso com a deficiência auditiva. Oferecem às empresas traduzir em língua de sinais de seus conteúdos pra tornar a Internet um universo mais acessível para a comunidade surda.

Jorge Miguel. Sua sensibilização vem de um dos criadores, Julián Magulliza, cuja surdez não lhe tirou a desejo de empreender. O principal defeito que teve de enfrentar esse grupo de espanhol na hora de lançar o ‘start-up’ é o de não saber pra onde se virar. Miguel. Também a falta de suporte familiar, que parece uma loucura empreender com a actual circunstância económica.

Para Valentim-Gamazo o que faz falta é uma maior clareza em Portugal pro universo do empreendedor. Este empreendedor insiste, ainda, com a relevância que tem pra sair do nação e perceber novas ideias pra lançar projetos. E mesmo que os obstáculos são muitos, assim como abundam as histórias de organizações que saíram em frente e já continuam a desenvolver-se. É o caso de Vitalista, uma organização que começou a levar menus de comida saudável pra oficinas com a auxílio de uma nutricionista e já vai ceder o salto para os particulares. Alessandro Lambertini, um de seus criadores. Em alguns anos têm sido um extenso sucesso, sem gastar em publicidade, servindo-se do boca-a-boca e da Internet.

Tem 20 Gb de prática, podes reproduzir os videos e acrescenta um leitor de cartões de memória CompactFlash, que poderá ser usado pra transferir fotografias digitais —suporte a novas placas, a partir de um adaptador—. Também inclui rádio FM e é compatível com os jogos Mophun, comuns em telefones móveis. Capacidade: Vinte GB. Autonomia: 10 horas de música.

Rolar para cima