Flexões: Como Fazê-Las De modo Correta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

�Que são as flexões? É conhecida como flexão a ação de dobrar o corpo humano, ou de cada de seus participantes. É, desta maneira, um movimento de aproximação entre as partes do corpo, por meio da ação dos músculos. No campo do esporte, uma flexão, e se expõe ao feito de dobrar uma articulação para depois estirarla e que recupere o estado original. Assim, o movimento oposto é chamado de extensão e produz um distanciamento entre os ossos ou as partes que foram flexionados. Independentemente do tipo de flexão que se vai realizar, os pontos de suporte principais são os pés e as mãos.

Ambos precisam ser colocados em uma posição separada entre si, deixando um espaço um pouco maior entre as mãos e com os dedos prontos para a frente. Ademais, é preciso que o tronco esteja reto e alinhado com as pernas. Mas é evidente que não basta pôr os pés e as mãos é o suficiente, assim sendo que existem tipos diferentes de flexões que exigem posições diferentes. As flexões de braços é um dos exercícios de potência mais famosos, juntamente com os músculos abdominais, considerando-se um exercício essencial nas aulas de educação física de escolas ou, até mesmo, no âmbito da instrução militar.

Este tipo de flexões requer certas capacidades físicas pra uma bacana promoção, mas contam com a vantagem de que não necessitam de nenhum objeto adicional, o que podes ser feito a partir de moradia. São utilizados pra melhorar a potência na metade superior do corpo, fortalecendo a musculatura extensora do peito e dos braços.

Para transportar a cabo este tipo de flexão, em primeiro espaço, é de se ter em conta que não necessitam começado a partir de uma localização de flexão usual. Apoiar as plantas dos pés e a palma das mãos no chão, com as nádegas levantadas. A volta precisa ser posicionado o mais esticada possível, estabelecendo uma diagonal ascendente desde a cabeça até o glúteo.

Os braços necessitam estar estendidos na posição que foi adotado inicialmente. Uma vez estabelecida esta posição, escorregar, os braços e as costas pra frente até colocar os ombros em localização perpendicular aos braços. Você precisará descer com o peito pro solo, fazendo uma ligeira paragem de um segundo, pra depois subir mais uma vez à localização inicial.

  • Lanche: iogurte natural sabor c/ infusão de chá verde
  • Rampa baixa, baixa resistência, altas RPM
  • 4 Exercícios pra reduzir a barriga – Crunch oblíquo deitado
  • Enquanto você está no chão, levanta a poucos centímetros das pernas
  • três / 42
  • três saltos em guarda + directos + frontal

Ao oposto do que as flexões normais, para realizar as flexões assimétricas precisam-se botar as mãos em alturas diferentes da vertical. Normalmente, uma das mãos é colocado por cima da cabeça e outra por debaixo do peito, mesmo que essa localização podes diversificar dependendo de que parcela do corpo humano se queira trabalhar. Colocam-Se as 4 patas no chão, com as mãos separadas a uma distância superior que a dos ombros. Forma-Se uma linha reta entre os calcanhares e os ombros e contraem-se os músculos abdominais o mais firmemente possível, mantendo-os desta forma durante toda a efetivação do exercício. À proporção que o corpo humano desce, sobe um joelho em direção ao ombro do mesmo lado.

Após uma pausa rápido, se empurra o corpo pra trás, fazendo retornar a perna elevada à sua localização inicial. Repete-Se o exercício alternando ambos os lados. O procedimento para realizar este exercício é aproximado a uma flexão normal, a diferença é que uma de tuas mãos será colocada no peito.

neste caso, você precisará escolher uma superfície acolchoada pra promoção da flexão e, dessa forma, salvar os joelhos e que não sofram nenhum prejuízo. Em primeiro espaço, a pessoa se ajoelha e coloca os braços pra fora, de modo que fiquem perpendiculares com os ombros. Depois, estende-se a porção superior do corpo numa linha reta desde os joelhos até em cima.

Se baixa a cota superior do corpo humano pro chão apertando as nádegas no tempo em que para controlar todo o exercício. Neste tipo se exercerá a parte superior do tronco, partindo de uma posição de pirâmide, com o corpo humano em posição de ” v ” invertido e os braços e as pernas esticadas. O movimento tem que ser descendente primeiro, flexionando os cotovelos, e ascendente depois; é interessante não abrir os cotovelos pelo motivo de pode ser perigoso para os ombros. Neste tipo de flexões, as opções são mais variadas, conseguem-se introduzir elementos de bolas medicinais sobre isso os quais se apoiam os pés ou as mãos, ou absorver um peso extra a respeito do corpo.

Rolar para cima