No Início Dos Anos noventa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

a BOVESPA, segmento com os mais elevados padrões de governança corporativa. Sua mãe nasceu na Alemanha e, com ela, Eike alega ter aprendido a ter auto-estima e obediência, atributos fundamentais para sua criação de empresário empreendedor. No começo da adolescência, depois de passar a infância no Brasil, mudou-se com a família para a Europa, primeiro a Genebra (Suíça), em seguida, a Düsseldorf (Alemanha) e depois a Bruxelas (Bélgica), em consequência a da carreira profissional do pai. Em 1974, iniciou o curso de Engenharia Metalúrgica na Universidade Técnica de Aachen, Alemanha.

Aos dezoito anos, no momento em que seus pais voltaram ao Brasil, começou a vender apólices de seguro de porta em porta pela cidade pra proporcionar sua renda pessoal e se conservar de forma independente no exterior. Em entrevistas, Eike Batista costuma-se revelar que o “stress” e o aprendizado adquiridos com essa experiência foram decisivos para a sua geração.

Voltando ao Brasil, no começo dos anos 80, passou a se esforçar ao comércio de ouro e diamantes. Fluente em 5 idiomas – português, alemão, inglês, francês e espanhol – foi intermediário entre produtores na Amazônia e consumidores de grandes centros do Brasil e da Europa. Com apenas 21 anos, construiu uma organização de compra e venda de ouro, chamada Autram Aurem, que neste instante tinha o sol inca (marca registrada de tuas corporações) como símbolo.

Seis milhões com a comercialização de ouro. Sua vocação empreendedora o levou a implementar a primeira planta aurífera aluvial mecanizada na Amazônia, dando começo ao próprio grupo. Aos 29 anos, ficou o principal executivo da TVX Gold, empresa cotada na Bolsa do Canadá, que marcou o começo de sua relação com o mercado de capitais global. Vinte bilhões em valor com a operação de 8 minas de ouro no Brasil e Canadá e uma mina de prata no Chile.

Entre 1991 e 1996, o valor de tua corporação mais que triplicou. Eike Batista é separado e tem dois filhos, Thor e Olin). Adora correr, nadar e competir com lanchas esportivas. No começo dos anos 90, foi campeão brasileiro, americano e mundial na classe Super Powerboat Offshore. Em 2006, completou as 220 milhas náuticas entre Santos e Rio de Janeiro, em 3h 01m 47s e bateu o recorde da travessia a bordo da lancha Spirit of Brasil. Batista mantém uma vida digital atualizada.

Tem um web site pessoal com posts, videos e notícias a respeito de suas organizações. O canal digital que Batista escolheu para ser seu principal meio de comunicação pessoal é o Twitter. Seu perfil no microblog, o @eikebatista, tem mais de 550 mil seguidores, que fazem tuas mensagens e conversar com ele.

  • Sim, muito. Sobre tudo após toparme diariamente de frente com tudo o que é estranho
  • 14 13. Mentalízate
  • Privacy Policy
  • 5 Eventos internacionais
  • o Que estilos do meu projeto desejo preservar a todo o custo
  • Bermeosolo,Jaime (2007) PSICOLOGIA DA LINGUAGEM.Universidade Católica de Chile Chile

Em 2011, Eike lançou o livro “o X da Questão” (O X da Questão), que conta tua trajetória no mundo dos negócios e apresenta sugestões sobre empreendedorismo. O empresário adota pela filantropia a mesma ousadia e aptidão que utiliza pra empreender e fazer. São iniciativas que promovem o desenvolvimento social, a diversidade cultural e o equilíbrio ambiental. Noventa e um milhões. “Não desejo ser somente o homem mais rico do Brasil, almejo ser assim como o mais bem-intencionado”, disse o empresário. 15 500 milhões de dólares entre 2011 e 2012, no Brasil.

Nordeste do Brasil (Itaqui, no Maranhão, e Pecém, no estado do Ceará), e a usina de energia solar de Tauá, também no Ceará. No setor petrolífero, destaca-se a campanha exploratória da OGX nas bacias de Campos, no Rio de Janeiro; Santos, em São Paulo; e Parnaíba, no Maranhão.

No final de 2010, a revista posicionaría assim como como a 58.ª pessoa mais robusta do mundo, considerando-o brasileiro mais potente depois da tal de Brasil, Dilma Rousseff. 6,6 mil milhões de dólares e ocupava o posto nº 142 pela lista dos homens mais ricos do mundo. Em 2009, o empresário passou pra posição nº 61, sendo considerado o homem mais rico do Brasil.

Em 2010, Eike Batista foi citado por três das mais significativas publicações brasileiras. A Revista Época foi escolhido como um dos cem brasileiros mais influentes do ano. Esteve bem como pela listagem dos cem mais influentes de 2010 da revista IstoÉ. Além do tamanho da fortuna, espanta a velocidade com que Eike aumentou seu patrimônio e montou empresas. Parte de seu sucesso é atribuído à experiência adquirida no decorrer de três décadas de atividades no Brasil e no mundo, com o desenvolvimento de negócios globais, a prática de “gerar riquezas por intermédio do zero” e obediência.

Rolar para cima