O Enigma De redução de calorias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Emagrecer ficou um enigma pra esse terço da população mundial que arrasta excesso de peso. Com a chamada operação biquíni, o leque de supostas escolhas torna-se inesgotável, apesar de a literatura científica alerta de que fazer dieta engorda, bem que pareça uma contradição. Desse jeito, muitos especialistas em nutrição de Portugal aceitaram o convite de Magazine pra lançar luz a respeito de por que engordamos e o que desejamos fazer para conter a espessura do organismo. Na realidade, engordar não é nenhum enigma: é comida por todos os lados, e é acessível cair em tentação.

Ao longo de cada dia, há momentos pra dar bacana conta de alimentos que é melhor não fantasiar, quase desde a primeira hora da manhã até o pedaço de chocolate antes de dormir. “Embora intervêm variados fatores, o primordial são as calorias que entram e que saem”, lembra José Maria Ordovás, diretor do Laboratório de Nutrição e Genética da Universidade de Tufts (EUA). Se bem que um estudo recente diz que até mesmo o ar engordaría (ao que parece, a poluição poderá estar diminuindo a inteligência do corpo pra queimar energia), há outros fatores e hábitos muito mais preocupantes, na posição dos especialistas.

no entanto, a batalha por apresentar-se no peso exato se resolve a partir de menores detalhes. Se, depois de uma dieta volta a ficar mais gordo, é em razão de você continua a comer como comia antes do regime. Uma pergunta recorrente: o “Fazer dieta engorda”, responde Basulto, autor de livros como Mais vegetais, menos animais ou Não mais dieta (Debolsillo). “Meu conselho é que nunca se necessita começar uma dieta que tenha que findar. Se não é possível ingerir de uma acordada maneira no decorrer do resto da vida, a dieta escolhida será um exercício inútil”, avalia.

Os detalhes parecem ceder justificativa: de acordo com uma revisão de estudos intitulada Diets Are Not the Answer (as dietas não são a resposta), aqueles que seguem dietas rápidas pesam ao cabo de um tempo a mais do que antes de entrar em regime. Isto é, perder 5 quilos, a título de exemplo, em poucos dias ou semanas, porém ao cabo de alguns meses acabam recuperando estes cinco quilos e algum outro mais presente. Uma das dúvidas mais frequentes que formulam as pessoas que têm seguido um regime de redução de gordura é qual é a desculpa por que se ganha peso depois da dieta.

“É bem fácil: já que algumas vezes continua comendo (e viver) o mesmo que antes”, responde Basulto. Com um agravante: “As mulheres e os homens com um longo histórico de dietas a tuas costas, cada vez necessitam de mais tempo para perder a mesma quantidade de quilos e menos tempo para recuperá-los”, apostila.

  • A síndrome de Wolfram
  • três Remédios caseiros para emagrecer – Separador de gordura
  • um 2013 2.1.1 Junho
  • Background work to support the deployment of the next pieces for Structured Data on Mapas
  • Dicas de temporada
  • Mensagens: 5.416
  • Controlam os níveis de açúcar no sangue

A título de curiosidade, Ordovás explica que as pessoas que atualmente engordam com mais praticidade “seriam as que melhor sobrevivirían nas complicados condições nutricionais de nossos antepassados distantes”. Em ligação ao que se poderá fazer pra não ganhar calorias, coloca o modelo da economia. Visto sendo assim, a chave pra não engordar é gastar tal como você entra, sem desejar economizar, pra evitar que apareçam porta-trecos no abdômen, nádegas, quadris e algumas partes do organismo onde costuma se acumular a gordura.

, E não tanto por uma razão estética, contudo pelo motivo de o excedente de peso aumenta o traço de desabar doente. Para perder gordura (e a alongado tempo), Basulto diz que funciona o consumo de vegetais e cereais integrais. Pois, com o peso acontece o mesmo: você deve fazer a vida de magro se quiser sê-lo”, revela.

“Emagrecer não é descomplicado nem ao menos ligeiro, porém penoso e lerdo, essencialmente a começar por instituída idade”, admite Salas-Salvadó. Assim, qual é o mais recomendado mecanismo, de acordo com a evidência científica, para perder peso e não recuperá-lo? De acordo com Basulto, o único que está provado que funciona é concentrar a sua alimentação no consumo de alimentos vegetais (frutas frescas, vegetais, legumes e frutos secos) e cereais integrais (por exemplo, arroz). Também que exista uma menor presença (embora frequente) de peixe, produtos lácteos sem açúcar e óleos vegetais. O último ponto é tentar que exista um apoio muito baixo de cereais refinados, alimentos açucarados e cárneos processados. “Se se trata de perder peso, quitémosle 500 calorias ao nosso cardápio diário e sumémosle exercício físico.

Não perderemos esses quatro quilos em exagero numa semana, mas em um mês e meio ou 2 meses, porém, em troca, o interesse terá efeitos mais prolongados, e o procedimento servirá para estudar a comer melhor”, anima Monereo. “No fim, as 500 calorias que muitas vezes se inclinam a balança precisa retirá-do lanche, visto que não tem sentido deixar de comer lentilhas.

Rolar para cima