O Final Da Pausa De oito Anos Do Falso Álvaro Domecq

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Um homem, um traje de mergulhador e uma praia do sul. O homem se chama Joaquim Jimenez. O terno é de neoprene, recém-comprado, e ele pretende que se transforme em sua mortalha. E a praia, a dos Alemães em Zahara de los Atunes (Cádiz), a porta de escape pra escapulir de bicicleta pra Gibraltar, desaparecer eternamente e deixar pra trás a notícia de que tinha morrido afogado.

E então teria seguido se não fosse por um sopro da Polícia Nacional, que bem como chegou a esta jornalista e que terminou com a localização do errado Domecq no passado dia dezesseis de setembro, em Budapeste. Sua primeira fuga, digna de vídeo, aconteceu lá em águas andaluzas. Em casa, Joaquim falou que ia pescar, e pegou o carro.

“gostava da pesca”, diz alguém de seu recinto. “Mas a pesca à cana. Ele era mais do que tumbing”, e a pesca submarina “não a tinha praticado na sua vida”. Quando não apareceu, acertando todos os alarmes, contudo a Polícia questionou logo aquela suposta morte à claridade dos indícios que iam aparecendo.

  1. Quarenta e três Emilio Rodríguez Arias
  2. Meus Sentimentos (com Ximena Sariñana) (com Orquestra)
  3. Aprovação ou rejeição da legislação originada na América
  4. 27 Mándale fotos sensuais
  5. 25 Ling Bouvier
  6. Cerejeira: “o excelente Falcao não se vai”
  7. 1 Ocorrências 1.1 Principais
  8. Por Toutatis

em sexta-feira, 2 dias antes, havia recolhido os 47.000 euros que lhe deu teu concunhado pra adquirir um apartamento, uma soma que neste domingo o ajudou a segurar um vôo desde Gibraltar até Londres. De lá, voou pro Paraguai por São Paulo. Sobre como percorreu os quilômetros de rodovia em Atlanterra a Gibraltar, a versão mais comum, indica que os fez, com seus 90 quilos de peso e tua altura considerável, de bicicleta.

Oitenta quilômetros na avenida N-IV. Em Salvador deixou um filho de 7 anos e a sua mulher, Anabel, grávida de 8 meses de uma garota, a quem ele não conhece ainda hoje. Naquele instante, a história é uma machadada. Fontes próximas à família apontam agora que “jamais” sospecharon que pudesse fazer o que fez. Realmente, no início, a gravidez de sua mulher fazia ignorar a circunstância do suicídio ou a fuga. No Paraguai traçada uma das maiores cuartetas em quadrinhos do “personagem”, como você classifica os que o conheceram. Para acobertar tua identidade, Joaquim escolhe chamar Álvaro Domecq e Carvajal.

nos mentideros gaditanos, quando se descobriu que havia fingido tua morte, e que, além disso, se tinha mudado o nome deste em específico, houve guasa com que escolhesse o de um atraso no território do de um vinho. “Pelos seus ares de grandeza, não ia pôr Pedro Pérez”, diz alguém de seu entorno.

Um ano depois, “aquele, o que ficou Álvaro Domecq”, como o chamam em portugal, regressou à Espanha, todavia voltou a fugir. Foi tua segunda fuga. Desde Málaga fugiu pra Europa do Leste com uma ex-comissária de bordo da Ryanair, uma húngara chamada Maria Angocs. De acordo com ele chegou a Polícia, ele estava vivendo a começar por 2012, nos arredores de Bucareste (Roménia), ao abrigo de sua nova família política, abastada, que se dedica à análise de suas terras. Embora talvez fosse em Budapeste (Hungria), a terra de sua nova companheira. Ela abandonou a companhia aérea irlandesa e abriu um negócio de boniteza e estética.

Este verão todos esses fatos chegaram aos ouvidos da Polícia Nacional de Cádiz, que de imediato reativado a procura de Joaquim. A ordem de procura e captura internacional da prolação da Interpol. A detenção teve local pela capital húngara. Seu primeiro romance com a miss paraguai e, depois, com a comissária de bordo da Ryanair, assim como uma lindeza de impressão, não faz mais que acrescentar a lenda cerca de Joaquim. Porque os que o conheciam se perguntam como é possível que o ladrão de jerez, “o que não é exatamente Robert Redford”, possa se apaixonar iguais mulheres.

A resposta é unânime: todos concordam que Joaquim “tem muita labia, muita, e, no momento em que queria, era simpático e engraçado, se reías muito com ele”. Joaquim Jimenez pertence a uma das famílias consideradas bem de capital andaluza. Seu pai foi vice-presidente do Colégio de Graduados Sociais de Salvador e dono de uma das assessorias jurídicas e empresariais mais primordiais da capital andaluza, hoje nas mãos dos irmãos de Genaro.

Com essas vergas de vimes, como Joaquim terminar fugindo em duas ocasiões, no momento em que, também, está condenado a dois anos de prisão por fraude e tem numerosas causas judiciais abertas por alegada fraude ou falsidade documental? Como talvez chegasse ao limite de fingir sua própria morte e deixar a tua família?

Rolar para cima