Rock Da Argentina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Desde as suas origens em meados dos anos ’50, o rock argentino fez todo um histórico de expressões artísticas e movimentos musicais que ficaram pela história da música da América Latina. O rock pela Argentina, nasceu em meados dos anos ’50, como porção da explosão internacional do rock and roll norte-americano.

O furor por esse ritmo dançante, deu espaço aos primeiros conjuntos e solistas de rock do estado, como Eddie Pequenino e teu conjunto Mr. Roll e suas Rockers, não obstante, o rock argentino em seus primeiros anos, limitou-se a fazer mais que nada covers dos conjuntos de língua inglesa.

Em 1950, o tango foi adiado em vendas, na primeira vez, uma canção popular proveniente do folclore, “O rancho ‘e a Cambicha”, de autoria de Antonio Tormo, o “cantor de apenas pretas”. Iniciava-Se o “boom” do folclore, impulsionado de imediato há duas décadas por uma nova onda migratória em direção a Buenos Aires, dessa vez proveniente das províncias do interior e de estados vizinhos. Em 1955, um cantor branco dos EUA, chamado Elvis Presley, começa a cantar música negra conhecida como “rock and roll”. Novos setores sociais e recentes gerações começam a modificar o panorama social e artístico que levaram ao tango ao teu apogeu.

Pra segunda metade da década de 1950, “o esplendor do tango começava a empalidecer. Os locais haviam reduzido os seus orçamentos e os conjuntos a reduzir seus componentes”. As origens do rock da Argentina remontam à segunda metade da década de 1950, no momento em que chegou ao estado, como fração da explosão internacional que estavam tendo as bandas de rock and roll norte-americanos.

Mas não foi uma exceção ou um caso isolado de rock em espanhol de fábrica nativa: entre 1955 e 1964 é bastante trabalhoso achar gravações de músicos que tenham cantado em inglês. Eddie Pequenino, a orquestra, Os Comandantes, Os Rocklands, Os Mac Ke Macs em seu primeiro álbum e a orquestra de Osvaldo Norton são muitas das poucas exceções. Portanto, é inargumentable destacar que o rock nacional tenha nascido no fim dos anos 60 como se costuma redizer.

Diversos músicos fizeram as primeiras experiências e tentativas de rock na Argentina em tempos onde ainda predominavam no estado do tango (tango de vanguarda) e o folcklore argentino. Estes conjuntos e solistas de um velho rock argentino incentivando o baile e a festividade, influenciados por nomes como Bill Haley, Chuck Berry, Elvis Presley, Little Richard, Chubby Checker e Bo Tocar, além de outros mais.

  • O recinto adequado
  • Distinção Federação das Mulheres pra Paz Mundial (2005)
  • 2001: O primordial… Alejandro Sanz
  • 10 Bom rolinho
  • 1993 – Perturbado Curta-metragem
  • Isidoro Zarco

Naturalmente, esses primeiros expoentes do rock argentino tinham estilos diferentes, por conseqüência de imitar os estilos norte-americanos: alguns como Eddie Pequenino e tua banda Mr. No final dos anos sessenta apareceram bandas mais tocadas pelo beat music britânico. Centros de reunião como A Pérola de Onze ou o Instituto torcuato Di Tella seriam os núcleos desta nova corrente artística. Em 1967, lançou a música ‘”A Jangada” Dos Gatos, que com o teu sucesso e popularidade com 250.000 cópias comercializadas, se tornando o primeiro extenso êxito do argentino beat music em português.

Em maio de 1958 Bill Haley visitou a Argentina com seu conjunto, realizando apresentações no Teatro Metropolitan, e elegeu como banda de abertura dos shows ao Mr. Roll E Suas Rockers. A chegada do novo fenômeno musical e a formação de Mr. Acompanhado pela orquestra de Lúcio Milena, as canções cover que gravou em espanhol Billy Cafaro, “Pity, pity”, de Paul Anka e “Personalidade” tiveram um sucesso considerável.

contudo, no momento em que fez uma interpretação em português do sucesso alemão Kriminal Tango, acabou por ser muito in-popular entre os tangueiros que entenderam errado a música e a tomam como uma ofensa ao tango. Billy Cafaro sofreu constantes agressões por cota dos tangueiros, em vista disso se mudou pra Espanha. Na década de 1960, o grupo Teen Tops, que alcançou extenso popularidade entre os ouvintes argentinos, este conjunto mexicano cantou sucessos do rock and roll norte-americanos, no entanto com letras traduzidas pro português.

Rolar para cima